quarta-feira, 30 de julho de 2014

The Statistical Probability of Love at First Sight - Jennifer E. Smith

Como não se apaixonar por essa capa?


“Is it better to have had a good thing and lost it, or never to have had it?”

Uma das resenhas do livro (feita pelo New York Times) diz que esse livro é "A gorgeous, heartwarming reminder of the power of fate". E creio que eu, mesmo se quisesse, não poderia dar uma explicação melhor do que esse livro trás para quem lê.
A história toda ocorre em 24 horas, e se baseia na perca do avião pela Hadley, que estava indo para o casamento do pai em Londres. Com isso, ela encontra (ou é encontrada) por um charmoso inglês chamado Oliver, que está indo para casa. Daí o amor a primeira vista...


“Love is the strangest, most illogical thing in the world.”

Mas o livro é muito mais do que isso; dentre viagens de avião, claustrofobia, a negação de uma filha que não se conforma com o novo casamento do pai, o conhecer de uma madrasta (sim, no dia do casamento), um amor a primeira vista, um funeral, um (des)encontro, uma aceitação, etc... Smith consegue passar de forma suave e simples o que seria o dia mais conturbado na vida da personagem principal. 
Com o passar do livro você vê que o encontro entre o Oliver e a Hadley foi na verdade muito mais uma deixa para o auto-conhecimento (e de certa forma perdão) da protagonista para com o pai e para consigo mesma do que exatamente uma história de amor. O que não deixa o livro menos fofo.

Se você está procurando um livro leve e de escrita simples para treinar seu inglês, essa é uma ótima pedida, se você quer só saber sobre a história desses dois, o livro foi lançado em português também pela Galera Record!

Com uma capa tão fofa quanto a original.

Se você for como eu e tiver problemas de apaixonites platônicas por personagens de livro prepare-se e se deixe levar por toda essa simplicidade =D.

“What are you really studying?"
He leans back to look at her.
"The statistical probability of love at first sight.”