segunda-feira, 3 de setembro de 2012

O Cortiço – Aluisio Azevedo

Uma das obras da “terrível” FUVEST, O Cortiço é um excelente livro, mostra as nuances da criação de centros urbanos no Rio de Janeiro, e mais, mostra a constituição da população que até hoje habita suas ruas e os bairros mais antigos. Do mesmo jeito que Jorge Amado descreveu a “sua” Bahia, Aluísio de Azevedo descreveu o Rio de janeiro como um espectador e participante ativo da vida social carioca e soube descrever muito bem a vida daqueles que construíram o Rio de Janeiro e ajudaram a criar o lugar conhecido por todos pelo povo maravilhoso e lugares incríveis.
Alias, ele é um livro para ser lido com calma, e o melhor: diferente da maioria das coisas, que tendem a piorar, O Cortiço se torna mais interessante conforme se vai avançando (por exemplo: pra mim ele ficou ótimo depois da metade).