sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Suor – Jorge Amado

Assim como Capitães da Areia, Suor de Jorge Amado não decepciona e apresenta um panorama amplo da vida em um cortiço de Salvador, mostrando todos os lugares possíveis e impossíveis aonde as pessoas habitam e vivem, seus desejos e suas inclinações.
As obras de Jorge Amado já possuem por natureza cunho social, mas neste livro ele se empenha em mostrar diferentes personagens e histórias se distanciando do modelo tradicional de escrita: normalmente existe um eixo para onde todas as ações dos personagens convergem, criando sempre um núcleo principal; Suor é diferente nesse aspecto, e apresenta uma narração mais curta de cada célula da história, deixando transparecer a antiga casa, não como um de cenário da história, e sim o apresentando como organismo vivo aonde todos os moradores se apresentam como uma parte de um todo que é o cortiço, o verdadeiro “personagem” principal.
Eu realmente recomendo este livro, ele é ótimo e de simples leitura.