sexta-feira, 29 de março de 2013

O Festim dos Corvos – George R. R. Martin (As Crônicas de Gelo e Fogo Vol. IV)


Esse é considerado o livro mais “chato” da série até agora, mas eu o vejo como uma possibilidade de descansar das grandes tramas e armações e enxergar o “entre linhas” do que esta acontecendo em Westeros, ele se passa simultaneamente com o “Dança dos Dragões”, mas os eventos narrados neste se concentram principalmente sob Porto Real e o Sul de Westeros – do meu ponto de vista a região abaixo do Gargalo, ou seja, Porto Real, Dorne, Vilavelha, Vale Arryn, Ilhas de Ferro, etc. Apesar da opinião geral, o “Festim” foi uma leitura muito gostosa para mim – Gabii – mais ainda do que o “Dança dos Dragões”, o quinto e ultimo livro publicado. Esse volume me deu a oportunidade de conhecer melhor alguns personagens, como a Cersei, Asha, e Sor Porquinho – Samwell Tarly – que a meu ver se tornam muito mais humanos e simpáticos neste livro, e é claro, de começar a gostar da linda Sansa, que começa a “dançar conforme a musica”.
Em Porto Real Cersei Lannister – ninguém fala que ela é uma Baratheon – assume o posto de Rainha Regente ao coroar o jovem Tommen – mais jovem que seu irmão Joffrey – Rei de Westeros, e passa o livro todo nos mostrando como NÃO gerir um reino e encher a cara de Vinho da Arvore – simultaneamente – brincadeiras a parte, nesse volume nos é esclarecido vários pontos sobre a personalidade e ações de Cersei, e o método às vezes desesperado que a faz agir de maneira errônea – ou não completamente efetiva – em relação aos problemas dos Sete Reinos.
Já em Dorne, nós conhecemos as maravilhosas Serpentes de Areia – filhas bastardas de Oberyn Martell – e é claro o tranquilo Principe Doran Martell, e sua filha Arianne Martell, que bola um plano para declarar a Princesa Myrcella Baratheon, rainha dos Sete Reinos – segundo as leis de Dorne, Myrcella teria uma maior pretensão ao Trono de Ferro que seu irmão Tommen – que sendo frustrado acaba por criar uma crise entre Dorne e Porto Real – ou entre Dorne e a Rainha Regente Cersei.
Alem do Mar Estreito, mais precisamente na Cidade Livre de Bravos, a jovem e corajosa Arya Stark passa a servir o misterioso Deus de Muitas Faces, e acaba topando com alguns Corvos – entre eles Sam – que estão em Bravos para conseguirem recursos e novos patrulheiros.
Alguns personagens praticamente não figuram nesse livro como, Jon e Dany, mas isso de maneira nenhuma prejudica o andamento e entendimento do enredo.