terça-feira, 15 de julho de 2014

O Cavaleiro Fantasma – Cornelia Funke


Primeiro livro que li, da já famosa e popular – todo mundo fala da saga Coração de Tinta, todo mundo! – Cornelia Funke, O Cavaleiro Fantasma não trata – graças a Deus ou aos Deuses – de qualquer assunto ligado ao Motoqueiro Fantasma e ao seu lança-chamas – eu sei, parece de mau gosto a piada, mas digite O Cavaleiro Fantasma no seu “buscador” e não aparecera quase nada ou nada relacionado  ao simpático livro de Cornelia Funke.


Jon Whitcroft é um jovenzinho de personalidade que se vê forçado por sua amada mãe, e seu detestado futuro padrasto a ir estudar no internato em que seu pai também estudou em Salisbury, o que nem ele nem sua super-simpatica mãe – na minha mente de gordices ela tem cheirinho de cookie e capuccino – podiam esperar é que existia uma “quadrilha” de fantasmas psicopatas disposta a extinguir OS Whitcroft’s da face da terra. Sorte de Jon é que ele pôde contar com sua estranha e linda amiga Ella Littlejohn e com sua também estranha avó Zelda, e com um pouco de sorte e uma grande ajuda de Ella, também pôde contar com Sir William Longspee, filho ilegítimo de Henrique II da Inglaterra, – o mesmo Henrique II da Saga Plantageneta da Jean Plaidy – que é, ou era, um cavalheiro que atende a pessoas que precisam de ajuda para assim sanar suas dividas com Deus e poder subir aos céus, ou ficar junto a sua amada Ela, mas não quero dar spoilers mais detalhados sobre a estória, gostei do rumo que ela tomou, e espero que o leitor também goste quando for ler e descobrir.

Eu fiquei feliz por ter lido esse livro da Cornelia Funke, confesso que por tanta gente falar tanto de Coração de Tinta eu me sentia pouco estimulada a procurar essa escritora, mas fiquei muito satisfeita com a leitura, foi extremamente fácil e prazerosa, os personagens são incrivelmente legais, e fiquei encantada com toda a parte histórica e pontos “turísticos” históricos descritos no livro, acho que ela soube fazer uma boa ponte entre eles e a estória que estava contando.


Fica a indicação!