sábado, 25 de maio de 2013

O Guia do Mochileiro das Galáxias

Achou que íamos deixar passar o Dia da Toalha?! Se enganou! A ideia inicial era fazer uma semana dedicada somente a trilogia de cinco volumes  “O Guia do Mochileiro das Galáxias”, mas as provas não permitiram, então vai ser um post com um pouco de cada livro.
Gosto muito da série, não me considero fã (não ando com toalha no Dia da Toalha, mas tenho um blusão “Don't panic”), e sou apaixonada pelo Marvin!!!

Não entre em pânico
Arthur Dent e de seu amigo Ford Prefect escapam da destruição da Terra pegando carona numa nave alienígena, graças aos conhecimentos de Perfect, um E.T. que vivia disfarçado de ator desempregado enquanto fazia pesquisa de campo para a nova edição do Guia do Mochileiro das Galáxias, o melhor guia de viagens interplanetário. Enquanto viajam de um planeta para o outro passam por diversas situações, nas quais Arthur descobre a verdadeira origem da Terra e a resposta para a pergunta mais importante da Vida, da terra e do Universo.A viagem deles começa com o (infeliz) encontro com os vogons – seres nada simpáticos- e como a vida não é uma novela da globo, onde todos falam o mesmo idioma, a dificuldade para entender diferentes línguas é resolvido com o peixe babel; e quando pensa ser o último terráqueo existente, ele (re)encontra uma outra viajante, conhece Zaphod (governador foragido do Universo) e Marvin um robô depressivo.

O Restaurante no Fim do Universo
Neste livro temos o prazer de presenciar o fim do universo, acompanhado de um belo jantar em local privilegiado. Ok! As situações neste livro se tornam mais absurdas e impressionantes que no anterior.
Aqui eles continuam a viajar por diversos planetas, Zaphod continua a ser procurado e o grupo está em busca do homem que rege o Universo.

A vida, o universo e tudo mais
Continuando com as histórias nonsense da série. A Terra agora volta a existir (ou não foi destruída?), e Arthur passa 5 anos sozinho na Terra pré-histórica. Depois dos vogons, agora temos os krikkitianos, originários do planeta Krikkiti que viviam felizes até descobrirem que não eram os únicos habitantes do Universo e resolveram que isso não era certo, afinal somente eles poderiam existir (qualquer semelhança com xenofobia ou notícias que vemos por ai não é mera coincidência), enquanto Arthur e Ford tentam salvar o mundo, graças a um pedido do construtor de planetas, eles vão para na Terra atual um dia antes da destruição da mesma.

Até mais, e obrigado pelos peixes
Depois de viajar pelo Universo, ver o aniquilamento da Terra, participar de guerras interestelares e conhecer as mais extraordinárias criaturas, Arthur está de volta ao seu planeta. Tudo parece igual, até que ele descobre algo estranho. Não há mais golfinhos na Terra, eles simplesmente desapareceram!! E deixaram apenas uma mensagem: “Até mais, e obrigado pelos peixes”, conhece uma garota estranha que tem surtos pscóticos e teve uma revelação sobre o porquê de as coisas não darem certo para a humanidade, e ambos saem em busca da verdade sobre oque realmente aconteceu com a Terra.

Praticamente inofensiva
Os anos mais conturbados como um viajante solitário já haviam passado. Arthur Dent se resignara à nova condição e se acostumara à vida pacata e relativamente feliz como Fazedor de Sanduíches em Lamuella. Conquistara até um certo prestígio junto aos habitantes locais e fazia disso um bom argumento para continuar por lá.
Ao mesmo tempo, Ford Prefect via-se num conflito profissional ocasionado pela repentina venda do Guia do Mochileiro das Galáxias para outra editora. Sem compreender o funcionamento do novo Guia – que passara a se "comportar" de forma estranha – e não gostando nem um pouco de seu novo cargo como crítico de restaurantes, Ford se mete em alucinantes roubadas para não sair prejudicado (e para obter algum lucro, é claro).
Em outro ponto do Universo, Tricia McMillan havia feito fama intergaláctica como repórter e levava uma rotina razoavelmente satisfatória, até um pequeno planeta chamado Rupert ser descoberto e tudo começar a dar estranhamente errado em sua vida.
Espalhados pelos mais insondáveis cantos da Galáxia, Arthur, Ford e Tricia iam tocando suas vidas da melhor forma que podiam, mas tudo se complica novamente quando eles se reencontram. Tentando manter a sanidade e salvar a si mesmos, eles acabam assistindo juntos ao inevitável destino da Terra. 

Mas se quiser mais informações sobre a série a wikipedia tem uma seção e o site How stuff works? Tem um artigo sobre as 42 duas coisas que você devesaber sobre O Guia do Mochileiro das Galáxias
Douglas Adams usou sua ilimitada imaginação e sarcasmo para desenvolver uma das melhores séries que já tive o prazer de ler, aqui não foram citados o filme (que inclui todos os livros) nem o sexto volume da série, uma vez que este foi escrito por outro autor e por que eu ainda não tive a oportunidade de lê-lo.