quarta-feira, 24 de julho de 2013

De Repente, o Amor - Susan Fox (Irmãs Fallon - Livro 1)

    A primeira coisa que pensei foi “Que saco! Deve ser um livro chato, com alguma personagem boba esperando o homem perfeito. Mas vamos lá, né? Não conheço a autora.” Não foi bem assim... A personagem do livro é romântica e sonha em casar e ter filhos, mas é independente, tem um bom emprego e tem como vizinho e melhor amigo Nav, um fotógrafo indiano (com um belo corpo).
    E onde entra o amor nisso? Vamos lá. Nav ama Kat, que o pôs na friendzone, e ele não consegue reverter isso, mesmo com a nítida atração entre eles. Mas com o convite para ser acompanhante de Kat no casamento de sua irmã mais nova, Merilee, isso pode mudar... E ele está disposto a fazer isso.
Kat Fallon é relações-públicas de um hotel de luxo em Vancouver, tende a se relacionar com homens bem-sucedidos e, de preferência, com vidas bem agitadas e bonitos, tem mais três irmãs (Theresa, Jenna e Merilee) e não gosta de viajar de avião, preferindo trem. Já Nav é indiano e fotógrafo em inicio de carreira, que vive em conflito com os pais por não seguir as tradições indianas, e assim como Kat também deseja casar e ter filhos.
    Os pais e a irmã mais nova moram em Montreal, onde ocorrerá o casamento, que as irmãs organizarão, motivo pelo qual Kat tira 2 semanas de folga e vai de trem, disposta a conhecer novas pessoas e... quem sabe um pretendente.
    Quase toda a história se passa na ida de Kat para Montreal, Nav resolve pôr em ação um plano para conquistá-la, para isso ele cria um alter ego (que acaba sendo reconhecido por Kat) e propõe um jogo de sedução, aceito por Kat depois de alguma hesitação e com a promessa de que nada mudaria quando eles voltassem para Vancouver. (Lembra dos problemas de Nav com os pais? Então... Nav foi criado na Inglaterra para assumir os negócios da família, e não gostou da ideia de ser administrador de uma empresa de importação, com um casamento arranjado.).
    Melhor eu parar de escrever sobre a história por aqui, senão a graça acaba e eu não dou minha opinião. Como eu disse no começo, achei que seria mais um livro romântico e meloso, mas não... O livro tem um ritmo de leitura muito gostoso e fácil, a história é sim romântica só que é recheada de cenas de sexo, então os mais puritanos vão se incomodar um pouco, mas passa logo porque a autora descreve a coisa toda de forma a mostrar o carinho e dedicação de Nav por Kat, e há uma reflexão, em relação a família e ela mesma, que Nav conduz Kat a fazer durante todo o jogo. No final o casamento nem é tão importante assim no livro.
    Agora vem a parte mais legal, sim, vamos sortear um exemplar deste livro!!!! Por meio da parceria com a Editora Única, vamos fazer a resenha premiada, onde junto com a publicação da resenha anunciamos as regras e data do sorteio. 

obs: Basta clicar na imagem para ser redirecionado para a promoção. ;)



[Resultado da Resenha Premiada]

A ganhadora do livro "De repente é ele" é a Maria Jovina Vieira.

Parabéns!!!