quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Correr ou Morrer – James Dashner (Maze Runner - Livro 1)


Primeiro livro da franquia Maze Runner, Correr ou Morrer adota um ritmo frenético desde o começo, é incrível como Dashner faz acontecer muitas coisas em um espaço de tempo muito curto.

Thomas é um novato, um recém-chegado a Clareira – lugar onde vivem cerca de 50 garotos e que fica no centro de um labirinto um tanto especial, ele muda toda noite –, ele pode não parecer muito diferente dos outros rapazes: sem memória, sem saber ao certo onde está e nem o motivo de ser mandado para um lugar como este; mas isso logo se mostrará um engano, principalmente depois de acontecimentos fora da rotina da Clareira, e de um “ultimato” dos criadores: as coisas vão mudar.

Bem, seria muito chato dar mais detalhes do que vai acontecer na estória, a cada acontecimento e a cada reviravolta eu ficava mais ansiosa para saber o que ia acontecer, o que estava acontecendo, e o que aconteceu, enfim, pelo fato de os garotos sempre chegarem sem memória, não sabemos de onde eles vieram nem nada relacionado aos motivos de serem mandados para o labirinto – que é um lugar que é um quebra-cabeças habitado por criaturas nojentas, que matam e picam os garotos, entre outras coisas – o clima de suspense e segredo também é perturbador, sempre existe algo que esta acontecendo mas quase não suspeitamos, essas entre outras coisas tornam Correr ou Morrer uma leitura rápida, fácil e até um pouco angustiante.

Não consigo deixar de pensar que esse livro é uma mistura de O Senhor das Moscas de William Golding, com roteiro de videogame – eu não lembro qual era o nome, mas juro que eu jogava alguma coisa que tinha um roteiro mais ou menos parecido com a estória do livro – achei o livro muito bom, os personagens são bem simpáticos, é difícil terminar sem gostar de pelo menos 2, fora os conflitos e todo o clima de tensão gerados por ameaças diferentes todos os dias.

Super indicado pra você que adora um suspense, Correr ou Morrer é satisfatório em todos os aspectos e é uma leitura realmente muito rápida, divertida e hipnotizante.