domingo, 24 de janeiro de 2016

Doctor Who, 12 Doutores 12 Histórias – Vários Autores

Primeiro volume, a que tive contato, relacionado a uma das mais populares – e incríveis – séries já produzidas pela raça humana, "Doctor Who, 12 Doutores 12 Histórias" é ideal pra quem quer conhecer pelo menos de vista cada um dos 12 Doutores, até o talentoso Peter Capaldi.

(O paragrafo abaixo trata de como eu conheci a série, se você não quiser ler o meu relato de amor infinito a ela, por gentileza, pule para o próximo).

Em um belo e fatídico dia estava "zapeando" pelos canais da TV aberta, até que cai na TV Cultura, e me deparei com a chamada de Doctor Who, lembro-me como se fosse ontem – foi a pouco mais de três mêses – de como pensei que seria interessante conhecer essa série da qual tanto já tinha ouvido falar, e da qual até Douglas Adams já participou com seus roteiros, mal sabia eu o que estava perdendo. Depois que vi o primeiro episódio – que por coincidência era o ultimo do 10° Doutor, David Tennant – não parei mais de me interessar por essa obra que mistura tudo que tem de mais divertido e incrível no universo, tem amor, ficção, filosofia, história, ciência, amizade, tem uma infinidade de coisas que simplesmente casaram perfeitamente no Doutor e em todos os seus companheiros, só de falar deles eu fico megaentusiasmada. A verdade é que simplesmente esse amontoado de assuntos e de pessoas estranhas – vamos combinar que tem personagens bem estranhos – é simplesmente uma das melhores coisas que assisti na minha vida, e talvez uma das melhores estórias com que tive contato também. Eu sei gente, estou muito esquisita falando desse jeito, mas não consigo evitar, eu nunca pensei que conseguiriam montar personagens dos quais eu gostasse tanto, e nunca imaginei que eu realmente amaria todos os personagens de uma série, é muito amor em um lugar só.

Esse livro contém uma estória de cada um dos doutores – obvio – e cada uma delas foi escrita por uma pessoa diferente, tem para todos os gostos, desde Eoin Colfer até Neil Gaiman, e todas as estórias são muito boas – inclusive as dos escritores que eu não conhecia, mas já me interessei –, uma dificuldade que pode ser encontrada é que cada um dos Doutores tem uma aparência diferente, como eu comecei a assistir praticamente o Doutor do Matt Smith, era meio difícil desassociar, mesmo possuindo descrições do vestuário e aparência dentro de algumas estórias, pra facilitar ainda mais, eu usei uma imagem que achei na internet, que é muito legal, e que possui como se fosse o "estilo" de cada um dos 12 doutores - vou colocar a imagem, foi muito útil pra mim, e quero que vocês leiam esse livro e que seja muito legal pra vocês, então terei mais pessoas pra conversar sobre ele. 
O cuidado com a confecção do livro foi excelente, a Fantástica – selo de ficção da Rocco – fez um livro bem legal, eu só esperava que fosse capa dura, pelo menos mais dura, por que a capa já é de uma material mais grossinho e rígido. 

Gostei muito da segunda – A Cidade Sem Nome de Michael Scott –, da sétima – O Efeito Propagação de Malorie Blackman – e da ultima estória – Luzes Apagadas de Holly Black –, todas, mas em especial essas, trazem talvez os elementos que me fizeram gostar tanto dos personagens e dos conflitos pelos quais eles passam, essas estórias demonstram o quanto o poder do Doutor é único, como as vezes é difícil lidar com  as responsabilidades que vem com ele, e como apesar de tudo ele ainda é um homem bom tentando fazer a coisa certa.