sexta-feira, 1 de março de 2013

Tretas Literárias #1 – O Gosto Literário Alheio


Se você assim como eu, sempre visita paginas, sites e blogs de livros, já deve ter notado que existe certa babaquice quando nos dispomos a expor a nossa opinião, e principalmente quando a nossa opinião não condiz com a da maioria das pessoas, isso quase sempre não acontece por culpa dos administradores dos blogs e paginas (às vezes sim), mas por causa das pessoas que costumam ser extremistas e exageradas. Bem, gostar de algo é muito saudável, e saber defender aquilo que você gosta também, mas ninguém é obrigado a falar que gosta de algo que não gosta. Alias, eu notei que isso não acontece somente com livros em séries, que normalmente tem um grande números de fãs (e um grande numero de fãs fanáticos), mas também com clássicos, como por exemplo Ana Karenina, que eu pessoalmente não achei o mais incrível livro do mundo, mas se alguém ler a resenha que eu fiz sobre ele, vai notar que eu elogio muito o estilo e a narração e que eu admito que talvez eu não tenha gostado porque eu não entendi uma camada mais subjetiva ou profunda do texto(é eu realmente não sou muito sensível [a dor, sim]).
Outro caso engraçado foi o do livro O Morro dos Ventos Uivantes, que eu também não gostei (em absoluto), mas, é que a meu ver, eu esperava outra coisa, sei lá, talvez por causa da minha criação em um universo mais pratico, eu não consiga achar lógico ou admissível amar alguém e ferrar com ela, talvez eu tenha entendido mal, mas é assim que eu vejo. E mesmo assim eu elogiei o livro por nos levar a enxergar a sociedade em uma época diferente com costumes diferentes, o que é muito importante e essencial, uma vez que, parte da função do livro é nos transportar, mudar o nosso ponto de observação.
Cara, cada um gosta e desgosta de alguma coisa, é injusto chamar uma pessoa de ignorante por não gostar de ler alguns clássicos sendo que o gosto literário dela admite vários outros, e isso vale pra tudo na vida. A diversidade nos torna melhores, permite por exemplo que eu e uma pessoa que tem gostos e livros totalmente diferentes dos meus, possamos interpretar cada uma, de uma determinada maneira algo, estando ambos certos, e isso é maravilhoso, já imaginou cada pessoa pensando um jeito diferente de resolver um problema? Já imaginou isso em escala mundial?
Esse blog é pessoal, só eu, Gabrielle, cuido dele, e por mais que eu não goste de um livro ou uma saga eu sempre vou tentar amenizar a dureza das minhas palavras, eu realmente tento ser uma leitora e blogueira pacifica e justa, seu eu faltei em algo com alguém, me desculpe, me avise, para que eu me modere da próxima vez. Não é saudável deixar a internet virar um campo de guerra por causa do exagero de alguns, isso é o mínimo que podemos fazer para melhorar a convivência de todos.
E antes que eu esqueça, eu quero lembrar que TODOS os livros que eu resenho eu realmente li, às vezes da à impressão que acham que eu não li o livro, mas sim, eu li.